Contato: +41 43 322 0206

Ministério de Louvor e Adoração

Ministério de Louvor e Adoração Semear

Tudo quanto tem fôlego louve ao SENHOR. Louvai ao SENHOR.

Salmos 150, 6

Propósito

Deus nos criou para o louvor da Sua glória. Neste sentido, tudo o que fazemos deve ser para dar glória a Deus, conforme este versículo:

Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.

1 Coríntios 10, 31

Entendemos que o louvor e a adoração a Deus, muito mais do que um ato específico de expressão verbal, é um modo de vida, no qual todas as nossas ações, desde as mais simples ações do dia-a-dia, devem apontar para o nosso Criador, exaltando o Seu nome. O Ministério de Louvor e Adoração existe para influenciar e auxiliar os membros e visitantes do culto dominical a prestarem o seu culto agradável a Deus, através de cânticos, hinos, testemunhos e momentos de reflexão e de oração.

Participantes

O Ministério de Louvor e Adoração é composto exclusivamente por membros do MSTF, que procuram viver uma vida irrepreensível.

Os líderes, vocalistas, instrumentistas, técnicos de som e operadores de multimídia empenham-se para oferecer o melhor de seus talentos em prol do Reino de Deus, conduzindo a nossa comunidade em louvor e adoração por meio da música.

 

EQUIPE de fé

O Ministério de Louvor é um SERVIÇO

O Ministério de Louvor é um SERVIÇO e não uma posição, ou  um degrau acima, ou um status,  como alguns pensam. Ministros são servos, logo, trabalham para outros e não para si mesmos. Ministrar é servir e não ser servido. Assim como os demais Ministérios da Igreja, o serviço de louvor não tem sua razão de existir em si mesmo, e sim, no propósito a ser cumprido dentro da vontade de Deus na casa de Deus. Desta feita,  podemos perceber que o louvor precisa servir para…, caso contrário, é necessário que haja correção, redirecionamento, reorientação. Ninguém deve se achar mais importante na igreja por que está  no Serviço de louvor, e sim, deve ver-se como  um servo de Deus a serviço de Sua exaltação, da edificação da Igreja e do cumprimento da missão de evangelização na terra. “ Então, Jesus, chamando-os, disse: Sabeis que os governadores dos povos os dominam e que os maiorais exercem autoridade sobre eles.  Não é assim entre vós; pelo contrário, quem quiser tornar-se grande entre vós, será esse o que vos sirva;  e quem quiser ser o primeiro entre vós será vosso servo;  tal como o Filho do Homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.” (Mateus 20:25-28)

Fechar Menu