Visão Apostólica

Nossa Visão Apostólica

Os Cinco Ministérios e a Estrutura Divina
Introdução:
A Palavra de Deus e o Ministério de Jesus Cristo através dos apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres soma a obra santificadora do Espírito Santo constituem a coluna vertebral do Corpo de Cristo. 

Estes elementos mencionados são os que dão sustentação e base ao edifício de Deus, são partes vitais do Organismo Vivo e não podem faltar na estrutura do povo cristão. 

A Bíblia ensina que ao ascender ao seu trono, Jesus constituiu apóstolos e profetas, ministérios utilizados amplamente por Ele para fundamentar e sustentar (como parte da estrutura da igreja dos primeiros dias). 
Vejamos: “… edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo a principal pedra angular Jesus Cristo...” (Efésios 2:20).

Igualmente podemos concluir que nos tempos atuais os cinco ministérios principais da Palavra representam um papel essencial na consolidação da igreja.

Recordemos que a Estrutura divina foi designada por Deus na Eternidade. 
Isto implica que essa estrutura e os ministérios chamados a fazer parte dela também são eternos, e não se pode mudar.

Os princípios divinos também são eternos, são imutáveis apesar dos tempos e da opinião das pessoas.

O fundamento segue sendo eterno (Hebreus 13:8), e por ele edificamos com temos como nos ensina Paulo.

Com muito respeito e temor devemos edificar hoje sobre o fundamento dos apóstolos.

É nosso dever, nos tempos atuais retornar a Palavra de Deus, analisar os planos do nosso glorioso arquiteto e como bons mestres de obras, edificarem tão somente o que Ele tem determinado para que façamos.

1 – OS BENEFÍCIOS DE UMA ESTRUTURA DEFINIDA NA IGREJA

Já mencionamos que a estrutura ajuda na orientação, por isso ela é importante.

Vejamos seus benefícios para a igreja:

1º – A estrutura é como uma armação que sustenta um conjunto de coisas, da suporte, força e vigor ao Corpo de Cristo.

2º – Ao permitir a disposição e direção aos diferentes membros do Corpo, traz um maior aproveitamento e crescimento. Também, promove segurança e identidade a cada discípulo e ministro.

3º – Ao permitir que cada parte do Corpo de Cristo funcione em sua posição com o máximo aproveitamento, desata uma maior unção e habilidade para que em unidade faça a obra de Deus.

4º – O livro de Efésios no capítulo 4 estabelece o propósito fundamental para o qual Jesus Cristo estrutura sua igreja delegando autoridade aos Cinco Ministérios principais, sendo o elemento mais importante deste plano manter a unidade do Espírito. Uma boa estrutura na igreja consolida e amadurece essa unidade nos discípulos. 

5º – Paulo enfatiza na passagem citada que a estrutura ministerial veio do Senhor para:

Para aperfeiçoar os santos para a obra do ministério;
A edificação do Corpo de Cristo;
Trazer a unidade da fé;
Proporcionar um maior conhecimento dos filhos de Deus;
Produzir crescimento e maturidade plena para chegar à estatura de varão perfeito em Cristo;
Capacitar nosso homem interior de tal forma que nada possa abalar nossa fé, nenhum tipo de doutrina ou práticas cristãs;
Seguir crescendo e edificando o Corpo de Cristo em amor. 

A Estrutura Divina baseada nos dons da Ascensão (cinco ministérios) é segura. Os benefícios prometidos e anunciados, sendo fator determinante e primordial para operar e conhecer amplamente o ministério apostólico, o qual é o principal na aplicação divina do governo e autoridade na igreja.

2 – AS DIVERSAS UNÇÕES E OPERAÇÕES DOS CINCO MINISTÉRIOS DE EFÉSIOS 4:11.

E a uns pôs Deus na igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro doutores, depois milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas. (I Coríntios 12:28).

Os ministérios são manifestações e presentes dados a igreja de Jesus Cristo através do Ministério Quíntuplo que operam através de homens e mulheres chamadas por Ele.

É Deus e não o homem que chama os seus ministros, Ele chama e autoriza.

O povo somente reconhece (Gálatas 1:1), o ministério é um dom, não se adquiri e nem se compra; é um presente dado por Deus. 
Isto implica que é uma “Ordem Hierárquica” na igreja, não de natureza “Democrática”, mas “Teocrática”.

O ministério recebe a “Autoridade” de “Ministério” pelo poder do Espírito Santo. 
Portanto, o “Ministro” é servo de Senhor Jesus Cristo (Romanos 1:1; Filipenses 1:1). 
O ministério é mais do que pregar, o ministro trabalha com suas obrigações e responsabilidades.

 
Deus tem um compromisso com aquele que Ele chama, liberando sua unção e autoridade; para ministrar ao povo de Deus com amor, humildade e temor de Deus.

3 – O MINISTÉRIO DE APÓSTOLO

O Apóstolo é um dom ministerial. 
O exercício de seu ministério é importante na igreja para executar a obra de Deus e remover o governo das trevas. 
Deus está estabelecendo seu governo e sua Ordem Apostólica. 
Para Ele os apóstolos são imprescindíveis. 
Sua unção é muito particular e necessária.

01 – O Apóstolo e sua unção trazem revelação à igreja. 
02 – Apóstolos desatam sobre a igreja ousadia, fé e visão. 
03 – Trazem a reforma e a reconstrução da igreja. 
04 – Trazem o juízo e a justiça de Deus a igreja e as nações. 
05 – Julgam os poderes do ocultismo. 
06 – Traz o fundamento principal a casa de Deus. 
07 – Ministram a compaixão e a graça de Deus. 
08 – Ministram a cobertura espiritual a ministros, igrejas e territórios. 
09 – Sua unção confirma, estabelece e fortalece os discípulos, líderes e ministros.
10 – A unção apostólica e os apóstolos estabelecem “doutrina” à igreja.
11 – Trazem ordem e disciplina com amor na igreja.
12 – Operam na esfera dos cinco ministérios (se movem em todos).
13 – Produzem o movimento apostólico dentro das igrejas.
14 – Confrontam o legalismo e os falsos sistemas religiosos dos homens.
15 – São reparadores de “brechas” na igreja (cobrem sua nudez).
16 – Projetam a visão e a compreensão do que é o Corpo de Cristo.
17 – Traz direção madura a liderança.
18 – Por sua unção vêm à manifestação de dons, unção e ministérios.
19 – Trazem sinais e maravilhas na igreja e entre o povo.
20 – Ministram a “plenitude” do Espírito Santo.
21 – Trazem as estratégias de guerra espiritual e mobilizam a igreja.
22 – Trazem a paciência e a fortaleza aos discípulos.
23 – Ministram oração e ministério da Palavra.
24 – Ministram generosidade e habilidade em administração financeira.
25 – Os apóstolos são fundamentos no estabelecimento do Reino de Deus.

4 – O MINISTÉRIO DE PROFETA

O Profético e os Profetas são importantes para fluí-lo no Espírito. 
O profético de Deus nos ajuda, a saber, o que devemos fazer para nos manter no fluir de Deus. 


Os profetas são importantes para que juntamente com os apóstolos tragam a cobertura e fundamentos necessários para a igreja.

Vejamos algumas características do ministério e unção profética:

01 – Os profetas e sua unção “derrubam” reinos demoníacos.
02 – Os profetas estão ungidos para destruir as obras do maligno.
03 – Destroem o pecado carnal e o demoníaco na igreja.
04 – Trazem pureza e santificação na casa do Senhor.
05 – Trazem revelação da Palavra e dos propósitos de Deus.
06 – Afirmam a identidade de cada ministro do Corpo de Cristo.
07 – Sua unção constrói e edifica o Corpo de Cristo.
08 – Derribam líderes e sistemas religiosos e seus espíritos babilônicos.
09 – Ativam em outros o dom da profecia, o espírito de profecia e o dom de profeta.
10 – A unção profética planta nos filhos de Deus e nos faz florescer na casa do Senhor. 
11 – Os profetas iniciam o modelo divino ao ouvir sua Palavra.
12 – Trazem confirmação da Palavra ao espírito da igreja.
13 – Desatam o louvor e a adoração no Templo de Deus.
14 – Ativam os dons de fé.
15 – Consolam, exortam e liberam a igreja.
16 – Libera os dons e talentos a operação do Espírito Santo.
17 – Trazem fortalezas e novas forças aos cristãos.
18 – Trazem restauração da Palavra, unção e alegria do Espírito.
19 – Desatam uma unção e um espírito de conquista e vitória na igreja.
20 – Liberam a unção de guerra espiritual estratégica no povo de Deus.
21 – Através de seus profetas Deus desata prosperidade financeira.
22 – Destroem a oposição satânica.
23 – Liberam o poder de ressurreição.
24 – Trazem o fogo do Espírito na Igreja.
25 – Trazem o temor a Deus e a reverência a Sua Santa Presença.
Em um Presbitério Profético a participação de profetas e de outros ministérios proféticos dá a essas reuniões total validez.

5 – O MINISTÉRIO DE EVANGELISTA

O evangelista é uma pessoa chamada por Deus com a missão específica e habilidade para pregar as Boas Novas de salvação. 
Sua mensagem deve ser cristocêntrica e apresentar as verdades redentivas da obra de Cristo.

Vemos aqui algumas particularidades do ministério:

01 – A unção de evangelista é para trazer as Boas Novas.
02 – Seu ministério e sua unção são para trazer cura.
03 – Sua liberação traz libertação aos cativos.
04 – Sua unção é para apresentar a redenção da obra de Cristo.
05 – É equipado para falar da justificação divina.
06 – Produz muitos novos convertidos.
07 – É ungido para trazer convicção da maldade do pecador.
08 – Sua unção desata o evangelismo na igreja.
09 – Sua unção realiza milagres.
10 – Sua unção promove uma mobilização na igreja.
11 – Sua unção traz prodígios.
12 – Desata uma unção para oração.
13 – Desata uma unção para o jejum na igreja.
14 – Traz a unção de reconciliação.
15 – Taz restauração ao caído.
16 – Desata a unção de guerra espiritual territorial.
17 – Desata a unção de colheita.
18 – Mobiliza a igreja para a grande comissão.
19 – Traz uma unção de maravilhas.
20 – Traz ousadia a igreja.
21 – Move a igreja para a compaixão de Cristo.
22 – Tira o medo de satanás e seus demônios.
23 – Desata a empatia.
24 – Libera uma unção de desafio ao povo de Deus.
25 – Traz alegria, vitória e avivamento ao povo de Deus.

6 – O MINISTÉRIO DE PASTOR

O pastor é um individuo com um chamado direto do coração de Deus para pastorear o Seu rebanho. 
O pastor sempre será “um pastor” entre muitos pastores, sabendo que Jesus Cristo é o Príncipe dos pastores e é o verdadeiro Pastor do Rebanho.
A função do pastor é apascentar as ovelhas, alimentá-las com a Palavra, cuidar e protegê-las.

Vejamos algumas características e unção do ministério pastoral:

01 – A unção pastoral traz o amor de Deus.
02 – A unção pastoral ministra a Cura Interior.
03 – A unção pastoral traz liderança aos cristãos.
04 – Traz propósito.
05 – Traz edificação.
06 – Ministra companheirismo e comunhão.
07 – Traz vida e consolidação aos cristãos.
08 – Trazem Cura Divina (física).
09 – Trazem libertação de ataduras demônios (espíritos familiares).
10 – Movem-se na oração.
11 – Ministram um exemplo e modelo de vida.
12 – Têm a unção para discipular.
13 – Traz proteção e cobertura a igreja.
14 – Trazem unção de paternidade (dando segurança e identidade).
15 – Traz a unção de reconciliação.
16 – Traz orientação.
17 – Ministram ensinamentos práticos.
18 – Se movem pelo espírito de conselho e sabedoria.
19 – Traz fundamento básico.
20 – Exorta.
21 – Se movem debaixo de uma unção de mansidão e paciência.
22 – Ministra paz.
23 – É um ministério de cuidado e prevenção.
24 – Têm a unção para transmitir doutrina.
25 – Mobiliza a igreja para fazer a obra social.
É um ministério que se move debaixo da unção de amor de misericórdia.

7 – O MINISTÉRIO DE MESTRE

É um ministério dado pelo espírito Santo para levar a igreja as “águas profundas” da Palavra e revelar-lhe a graça de Deus e os ministérios escondidos nas escrituras.

Vejamos algumas características inerentes da unção e do chamado de mestre:

01 – Traz a unção de revelação da Palavra.
02 – Traz luz ao texto sagrado.
03 – Se move debaixo do espírito de conhecimento divino.
04 – Se move debaixo do espírito de inteligência divina.
05 – Opera debaixo dos dons de revelação do Espírito.
06 – Leva a igreja a maturidade.
07 – Traz crescimento.
08 – Ministra vida.
09 – Ministra alegria.
10 – Produz disciplina e bons hábitos.
11 – Fortalece princípios bíblicos.
12 – Ministra preparação para o ministério.
13 – Produz convicção e arrependimento.
14 – Traz correção.
15 – Traz entendimento de propósito.
16 – Traz confirmação das verdades proféticas.
17 – Ensina a conhecer os sinais e os tempos de Deus.
18 – Amplia a visão.
19 – Traz edificação ao Corpo.
20 – Traz firmeza aos cristãos.
21 – Traz equilíbrio espiritual e profético.
22 – Ensina doutrina e fundamentos.
23 – Produz liberdade religiosa.
24 – Ministra o discernimento da Palavra.
25 – Protege da mentira e do erro.
É um ministério cuja unção produz fome pela Palavra.




Compartilhe nosso conteúdo nas redes sociais

Compartilhe com facebook
Compartilhe com whatsapp
Compartilhe com google
Compartilhe com twitter
Compartilhe com linkedin
Compartilhe com email